Goleiro mexicano Ochoa lidera nova geração em sua quinta Copa do Mundo

Duelo de estreia será contra a Polônia, às 13h desta terça-feira

Porto Velho, RO
- O goleiro mexicano Guillermo Ochoa, que disputa sua quinta Copa do Mundo no Catar, disse que quer passar uma sensação de tranquilidade aos jovens do time para evitar que se sintam pressionados no jogo de estreia contra a Polônia na terça-feira (22).

O México, que perdeu a primeira posição nas eliminatórias da Copa do Mundo da Concacaf para o Canadá somente no saldo de gols, foi eliminado nas oitavas de final em todos os mundiais desde 1994.


Reprodução Twitter/FIFA World Cup

O confronto do México com a Polônia pode ser decisivo no Grupo C, com a Argentina como grande favorita e a Arábia Saudita como a última força grupo.

Desde a Copa do Mundo de 2018, o México perdeu o zagueiro Rafael Márquez, um dos melhores jogadores de todos os tempos do país, que se aposentou. O técnico Gerardo Martino deixou de fora Javier Hernández, o maior artilheiro do México, apesar de sua boa forma nesta temporada, para espanto dos torcedores.

"Há muitos jogadores jovens que não têm experiência em Copas do Mundo", disse Ochoa, de 37 anos, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (21).

"Parte do meu trabalho é trazer normalidade e calma no dia a dia dos treinos, porque é fácil as emoções tomarem conta em uma Copa do Mundo, seja por uma boa jogada ou por um erro."

A defesa do México terá que conter o atacante polonês Robert Lewandowski, que aos 34 anos está ansioso para deixar para trás as decepcionantes atuações anteriores na seleção em Copa do Mundo.

"No papel, temos adversários que já são vistos na próxima fase", disse Ochoa. "Mas sabemos que temos uma equipe com a qual podemos competir e aspirar. Queremos avançar. Nenhum adversário será fácil."


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem