Caixa-preta de avião que caiu no Nepal é recuperada; acidente deixou 22 mortos

Equipamento será transportado para a capital Katmandu, onde será inspecionado

Porto Velho, RO -
A caixa-preta do avião da companhia Tara Air que caiu em Thasang, no Nepal, no domingo, foi recuperada. A informação foi confirmada nesta terça-feira por autoridades da aviação civil do país à BBC. Os corpos de todas as 22 pessoas a bordo já foram encontrados.

— O gravador de voz do cockpit, também conhecido como a caixa-preta do avião, foi recuperado do local do acidente. Estamos nos preparando para transportar de helicóptero a caixa-preta para Katmandu — disse Deo Chandra Lal Karna, porta-voz da Autoridade de Aviação Civil do Nepal (CAAN).

Quatro indianos, dois alemães e 16 passageiros nepaleses estavam no aeronave . O acidente ocorreu durante uma viagem programada para durar apenas 20 minutos, mas o piloto perdeu contato com o controle de tráfego aéreo cinco minutos antes de pousar. Conforme as autoridades, guias de montanha e oficiais de segurança "cortaram" o equipamento dos destroços do avião que estava "preso no penhasco da montanha".

O avião produzido pela empresa de Havilland partiu da cidade turística de Pokhara por volta das 09h55 no horário local com destino a Jomsom, um local turístico e de peregrinação. As buscas pelas vítimas foram dificultadas pelo mau tempo e o terreno montanhoso.


Viagem em família

Os quatro cidadãos indianos foram identificados como uma família de dois pais divorciados e seus dois filhos, que viajavam juntos durante as férias. As vítimas eram da cidade de Thane, no estado de Maharashtra e foram identificadas como Ashok Tripathi, 54 anos, sua ex-mulher Vaibhavi Bandekar Tripathi, 51, o filho Dhanush e a filha Ritika Tripathi, de 22 e 15 anos, respectivamente.

— Eles estavam todos muito felizes com a viagem no Nepal — disse à BBC Sagar Acharya, gerente da empresa nepalesa de turismo Kailash Vision Trek, contratada pela família. — [Essas foram] suas últimas palavras: "Estamos sentados no avião. Ligaremos para você quando chegarmos lá".


Fonte: O GLOBO

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem