Sem Matheus Cunha, Pedro espera chance com Tite que pode ajudar o Flamengo e encerrar sonho do Palmeiras


Na pré-lista, atacante foi elogiado pelo técnico recentemente, mas ainda tem concorrência pesada

Porto Velho, RO — Em alta no noticiário de mercado por conta do interesse do Palmeiras, o atacante Pedro, do Flamengo, pode voltar à lista de Tite na seleção brasileira depois de mais de um ano. O técnico anuncia os convocados nesta sexta-feira, às 11h.

As chances de o retorno acontecer aumentaram depois da lesão de Matheus Cunha, centroavante que encaixou bem no esquema do Brasil, mas só volta no fim de março aos jogos.

O HOTEL ESCOLHIDO PELA SELEÇÃO BRASILEIRA COMO SEDE NA COPA DO QATAR
1 de 6

O quarto king executive, o mais simples do Westin Doha Hotel & Spa, com vista para a piscina Foto: divulgação

O banheiro do quarto deluxe, outro dos mais simples do hotel Foto: divulgação

Um dos restaurantes do Westin Doha Hotel & Spa Foto: divulgação

A piscina particular de uma villa, acomodação mais luxuosa do hotel Foto: divulgação

A piscina de ondas ao ar livre do Westin Doha Hotel & Spa Foto: divulgação

O luxuoso spa do hotel escolhido pela seleção brasileira para se hospedar em Doha na Copa do Qatar Foto: divulgação

Na pré-lista enviada aos clubes, Pedro agora concorre com outros nomes de peso que voltaram a atuar, como Gabriel Jesus e principalmente Firmino. Além de Richarlison e Gabigol, outro na pré-lista.

A nova convocação é vista como uma valorização para Pedro em um contexto de poucos minutos em campo para um atacante titular na última temporada. Este ano, no Flamengo, tem atuado mais.

Seu estafe entendia que sem uma sequência uma convocação ficaria distante, assim como possível interesse de clubes da Europa. Nesse contexto, surgiu o Palmeiras, única opção de mercado interessante.

Se for chamado, Pedro se valoriza ainda mais e abre a porta para olhares do exterior – preferência do Flamengo em caso de negociação. Para o Palmeiras, o sonho fica mais distante ainda.

O jogador, porém, mantém o foco no Flamengo e é aposta do novo técnico, Paulo Sousa. Agora resta saber se cairá também nas graças de Tite, muito em função do que pode entregar à seleção.
Disputa no ataque

Matheus Cunha virou o centroavante titular nos últimos jogos devido à ausência dos concorrentes por problemas fisicos, mas também pela versatilidade tática. Alia presença de área e faro de gol a uma mobilidade para recuar e construir jogadas ou abrir espaços para os demais atacantes. Com habilidade e agilidade para fazer o chamado pivô, se transformou em referência sem abandonar a velocidade.

– Temos camisas 9 com características diferentes. (O Pedro) é um 9 de pivô, não o de transição em velocidade, mas contra um adversário que marca baixo, ele tem essas virtudes. De proteção, de uma tabela curta, de preparação da jogada – disse Tite ao SporTV ao comentar as virtudes de Pedro.

– É um “9” específico, fincado, atacante que não sai muito da área, esse jogador é o Pedro. Os demais são de atacar espaço. Gabriel, Firmino, Matheus Cunha – completou Tite.

Ou seja, Pedro pode enfim ser lembrado outra vez por ser diferente dos demais. Mas precisará se enquadrar ao esquema da seleção e se mostrar versátil como Cunha.

A última lista de Tite teve Antony (Ajax), Gabigol (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Atlético de Madri), Raphinha (Leeds), Rodrygo (Real Madrid) e Vinicius Júnior (Real Madrid).

O Brasil já está classificado para a Copa do Mundo do Qatar. O duelo contra o Chile acontece no dia 24, no Maracanã. Já a partida contra a Bolívia será em La Paz, no dia 27.


Fonte: O Globo

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem