A melhor série de ação do ano acaba de chegar na Netflix



Porto velho, RO - “Ninguém Pode Saber” é a nova série de suspense da Netflix que traz Toni Collette no papel de Laura Oliver, uma mãe durona com um passado misterioso. Baseado no bestseller de Karin Slaughter, este é o primeiro dos 21 romances da autora a chegar nas telas.

Sob a batuta de Minkie Spiro, a ideia para levar o thriller à Netflix partiu de Charlotte Stoudt, que adaptou a trama com ajuda de vários roteiristas, como Anna Fishko (de “The Fear of the Walking Dead” e “The Society”), Sharon Hoffman (“The House of Cards”) e Dan LeFranc (“The Affair” e “The Romanoffs”).

No enredo, Andy (Bella Heathcote) é uma jovem socorrista do 911, frustrada com sua vida, que está “comemorando” seu aniversário de 31 anos com a mãe, Laura (Toni Collette), em um restaurante. Quando, de repente, um atirador aparece, atira em uma mulher no balcão e coloca a vida de todos em perigo. Laura, com habilidades incomuns e surpreendentes, desarma o homem e controla a situação. Uma testemunha grava tudo de seu celular e logo as imagens da mamãe heroína estão por toda a internet e televisão.

O problema é que a identidade de Laura deveria ter permanecido em segredo. Agora que alguns inimigos do Estado sabem quem ela é, onde mora e quem é sua filha, a segurança delas está em risco. Não bastasse toda a exposição e a perseguição de alguns criminosos altamente perigosos, há a crise entre mãe e filha. Andy está revoltada por sua mãe não ser exatamente a pessoa que ela pensou que fosse durante toda sua vida, mas uma espécie de John Wick. Orientada por Laura, Andy tem que fugir imediatamente, se não quiser virar um corpo no necrotério.

As cenas que se seguem são de muita ação, violência e perseguição. Em contraposição, flashbacks do passado da família Oliver tentam reconstruir a identidade das protagonistas e explicar de onde veio o passado obscuro de Laura. Nem todas as pontas são amarradas e nem todos os círculos se fecham.

O fim oferece gancho para uma possível segunda temporada, mas também desfecho suficiente para esse pedaço da história. Toni Collette é o ponto alto da trama com sua performance de uma mulher extremamente bolada e que não mede esforços para proteger sua cria.

Um prato cheio para quem está em busca de entretenimento, “Ninguém Pode Saber” é a diversão perfeita para seus momentos livres em frente a televisão.

Fonte: R7

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem