Banco Central divulga novo site para consultar dinheiro esquecido em bancos

Acesso ao Sistema Valores a Receber estará disponível a partir do dia 14 de fevereiro

Porto Velho, RO - A consulta de cidadãos e empresas a dinheiro esquecido em contas bancárias voltará a funcionar na próxima segunda-feira (14), agora, em um site exclusivo. O anúncio foi feito pelo Banco Central nesta segunda-feira (7). O acesso poderá ser feito pelo endereço valoresareceber.bcb.gov.br.

O novo canal dedicado ao SVR (Sistema Valores a Receber) tem o objetivo de ampliar sua capacidade de atendimento. A ferramenta havia sido suspensa em 25 de janeiro, um dia depois do anúncio da existência de R$ 8 bilhões, após alto número de acessos desestabilizar o site da autoridade monetária, responsável pela consulta.

Segundo o BC, no dia do lançamento, a quantidade de acessos ao site foi 20 vezes maior que um dia de alto volume –ou 50 vezes maior que um dia normal.

Todo o relacionamento com o cidadão se dará nesse novo canal, e não será possível consultar ou solicitar valores no SVR no site principal da autarquia nem dentro do sistema Registrato. No site, haverá um passo a passo para o resgate dos valores do SVR.

O SVR permitirá a devolução de cerca de R$ 8 bilhões para cidadãos e empresas. Antes da suspensão, 79 mil conseguiram consultar o sistema e 8,5 mil solicitações de devolução foram formalizadas, ​somando cerca de R$ 900 mil já recuperados. Na primeira fase do serviço, o BC estima a devolução de R$ 3,9 bilhões a 27,9 milhões de CPFs e CNPJs.

VEJA A ORIGEM DOS VALORES DA PRIMEIRA ETAPA DE LIBERAÇÕES

Contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível

Tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, desde que a devolução esteja prevista em termo de compromisso assinado pelo banco com o BC

Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito

Recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados

Segundo a autoridade monetária, o cidadão que fizer a consulta no novo site, a partir de 14 de fevereiro,
e identificar que tem algum valor a receber será imediatamente informado sobre a data em que poderá conhecer esse montante e solicitar a transferência para sua conta. Esses pedidos poderão ser agendados a partir de 7 de março, na data informada pelo sistema.

"O BC recomenda que o cidadão volte ao site valoresareceber.bcb.gov.br na data informada. Caso não compareça nessa data, o cidadão terá que fazer uma nova consulta para receber uma nova data para pedir o resgate", informou.

Ainda segundo o BC, quem perder a data por qualquer motivo não precisa se preocupar. "O cidadão nunca perde o direito sobre os valores em seu nome. As instituições financeiras guardarão esses recursos pelo tempo que for necessário, esperando até que o cidadão solicite a devolução."

O órgão alertou também o cidadão para que não caia em golpes utilizando o SVR. Em nota, o BC reforçou que não envia links e não entra em contato com os cidadãos para tratar sobre valores a receber ou para confirmar dados pessoais. Destacou ainda que não se deve fazer qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores e que ninguém está autorizado a entrar em contato com o cidadão em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber.

"Apenas após o cidadão acessar o sistema (ou se já o acessou nos dias 24 e 25/1) e somente no caso de pedir o resgate sem indicar uma chave Pix, a instituição financeira que o CIDADÃO escolheu entrará em contato com ele para realizar a transferência", destacou.

Fonte: Folha de São Paulo

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem