Operação Lei Seca retirou das ruas mais de 30 motoristas dirigindo embriagados em Porto Velho

Agentes de trânsito flagraram 32 motoristas embriagados em Porto Velho no final de semana

Porto Velho, RO - Na Operação Lei Seca realizada na sexta-feira (14) e no sábado (15) agentes de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Rondônia retiraram das ruas da cidade de Porto Velho mais de 30 motoristas dirigindo embriagados.

Somente no sábado, de 17 abordagens feitas em um determinado ponto da Operação Lei Seca, nove motoristas foram flagrados com teor alcóolico acima do permitido na Legislação de Trânsito.

No momento do teste, os condutores que apresentaram teor acima de 0,33 miligramas de ar expelido são encaminhados à Central de Polícia e vão responder por crime de trânsito, conforme determina a Lei. Já os motoristas com teor inferior a 0,33 miligramas de ar expelido vão responder processo administrativo, podendo perder o direito de dirigir por um ano.

O diretor de Fiscalização e Ações de Trânsito (Dtfat) e Coordenador da Lei Seca em Rondônia, Welton Roney Ribeiro, ressalta que mudou a forma de trabalho da Lei Seca, dando mais dinamismo à operação, e com isso o trabalho de fiscalização tem flagrado um número maior de condutores dirigindo embriagados. 

“Fizemos um excelente trabalho no final de semana na Capital; retiramos 32 condutores embriagados das ruas e posso dizer, sem exagero que evitamos 32 possíveis acidentes ou potenciais mortes no trânsito”.


Novo etilômetro detecta presença de álcool no ar

O Detran Rondônia adquiriu novos equipamentos, a exemplo do etilômetro passivo que consegue detectar a presença de álcool no ar, sem que o motorista saia do carro para fazer o teste. “Quando o condutor está embriagado, o equipamento emite uma luz ou indica no visor”, afirmou Welton Ribeiro.

O coordenador da Lei Seca explicou ainda que com a nova metodologia de trabalho e com o auxílio da tecnologia dos novos etilômetros a Operação Lei Seca ficou mais eficiente; ganhou agilidade e o número de testes de alcoolemia aumentou e o alcance da operação aos condutores alcoolizados também.

Os agentes que atuam na Lei Seca, trabalham para garantir a segurança no trânsito a fim de que o cidadão tenha o direito de ir e vir em segurança. Para tanto, o Detran recomenda que ao ingerir bebida alcóolica, o condutor de veículos utilize outros meios para retornar à residência, como: carona, taxis ou carros de aplicativo.

Na semana passada os agentes e auxiliares de trânsito também passaram por um treinamento para se adequarem ao novo sistema de trabalho e o resultado, segundo o coordenador da Operação Lei Seca, foi positivo no sentido de flagrar os condutores que continuam agindo fora das normas estabelecidas, colocando em risco a própria vida e de outras pessoas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o condutor que desrespeita a lei, ingerindo pelo menos um copo de cerveja, tem três vezes mais chances de morrer em decorrência de um acidente de trânsito do que um motorista sóbrio.

Fonte: SECOM

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem