6/recent/ticker-posts


Exposição contem painéis alertando sobre frases de cunho racista


Porto Velho, RO - Uma exposição com obras de artistas plásticos, intitulada Racismo Sutil, com painéis alertando sobre frases de cunho racista, além de apresentações culturais, marcaram o início da programação alusiva à Semana Nacional da Consciência Negra, na tarde de quinta-feira (11), em Porto Velho. O evento foi realizado no 1º piso do Porto Velho Shopping, e a exposição segue até o dia 21.



Evento contou com a presença de diversas autoridades


Representando o prefeito Hildon Chaves, o adjunto da Secretaria Geral de Governo (SGG), Devanildo Santana, destacou a importância do debate com a sociedade, sobre questões que tratam da igualdade racial. “É o momento de fazermos uma reflexão e autoavaliação. No âmbito do município, o prefeito tem desenvolvido políticas públicas a todos os segmentos, sem distinção de crença, raça ou classe social”, comentou.


Cássio Mendonça, superintendente do Porto Velho Shopping, destacou a importância da diversidade e inclusão. “Esse é um tema que precisa ser debatido, porém, mais importante ainda, é aplicar e colocar em prática. É gratificante contribuir com essa mensagem tão importante para a nossa sociedade”, afirmou.


Claudi Rocha, titular da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), anfitrião do evento, avalia que ainda há racismo no Brasil, e lembra que durante uma parte significativa da nossa história, os negros não foram tratados como seres humanos. “Entendo que é o resgatar dessa defesa de que nós somos todos iguais, um resgate humano, especialmente aos irmãos afrodescendentes”, pontuou. “Às vezes, numa pequena palavra, a gente pode ofender nossos irmãos afrodescendentes. São termos que passamos a vida toda usando, mas que hoje devem ser excluídos do nosso vocabulário”, completou.


Adjunto da Secretaria Geral de Governo (SGG), Devanildo Santana


A secretária adjunta da Semasf, Joelna Holder, entende que o momento é de comemorar, mas também de reflexão, o que levou à ideia de montar a exposição sobre o racismo sutil. Disse que essa é uma forma de dialogar com os estudantes e a sociedade, que, durante a exposição, vão conhecer expressões comumente utilizadas com uma simbologia e raiz racista.

Parceira do evento, a secretária Municipal de Educação, Gláucia Negreiros, destacou a visita de alunos da rede municipal à exposição, para que conheçam frases ligadas ao racismo e aprendam a não utilizá-las.


PROGRAMAÇÃO

A partir desta sexta-feira (12), acontecem visitas guiadas de alunos da rede municipal de ensino sobre transição capilar, turbante, maquiagens, entre outros (confira a programação completa das oficinas e faça sua inscrição aqui).



Secretário da Semasf, Claudi Rocha


No Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, a praça CEU, na zona leste, será palco das ações comemorativas, com início às 15h. Serão realizadas a Feira de Afro Empreendedoras, oficinas, palestras e apresentações culturais.


O fechamento das atividades se dará no V Congresso Municipal de Educação no auditório da Unupar, momento em que um dos painéis capacitará professores da rede sobre as questões étnicos raciais. O evento é destinado aos servidores da Semed.


A celebração do mês da Consciência Negra está sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), com a participação da Secretaria da Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Superintendência Municipal de Integração e Desenvolvimento Distrital (SMD) e Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural). 


Também são parceiros da Prefeitura: Comepi, Fecomércio do Rio Grande do Sul, Sebrae-Rondônia, Ministério Público do Estado de Rondônia, Associação das Filhas do Boto Nunca Mais e o Núcleo Étnico Raciais Mãe Esperança.


A Exposição Racismo Sútil permanece até o dia 21, aberta ao público geral no horário de funcionamento do Porto Velho Shopping.


Postar um comentário

0 Comentários