Castillo enfrenta acusação de "insurreição" em tribunal do Peru

Audiência desta quinta-feira avalia a legalidade de sua prisão

Porto Velho, RO -
O ex-presidente deposto do Peru Pedro Castillo participa de audiência, nesta quinta-feira (8), sobre sua prisão por acusação de "insurreição", enquanto sua substituta realizará reuniões no palácio presidencial após um dia de grande tensão que chocou o país andino.

A rápida queda de Castillo na quarta-feira (7) ocorreu depois que o Congresso votou por remover o líder profundamente impopular depois de seu esforço para dissolver o Legislativo e governar por decreto foi frustrado mais cedo no mesmo dia.

Castillo foi preso na própria quarta-feira por acusações criminais de "insurreição e conspiração", segundo os promotores, ao mesmo tempo em que enfrenta acusações separadas de corrupção.

A audiência preliminar desta quinta-feira deve avaliar a legalidade de sua prisão, bem como abordar um inquérito da Procuradoria-Geral sobre as acusações de que ele orquestrou uma suposta insurreição.

O advogado de Castillo, Victor Perez, rejeitou a acusação de insurreição na audiência, argumentando que tal ato implica uso de armas e violência, o que ele disse nunca ter ocorrido.

O ex-presidente participou da audiência por teleconferência e foi questionado se gostaria de se pronunciar no tribunal, mas ele recusou.

Castillo está detido em uma prisão na capital Lima, onde outro ex-presidente, Alberto Fujimori, também está preso, disse uma fonte judicial à Reuters na manhã desta quinta-feira.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem