Obras do Centro Integrado de Operações Policiais seguem avançando, em Porto Velho

 

Este mês os trabalhadores concluem a concretagem da laje da nova estrutura do CIOP

Porto Velho, RO - Considerado um importante projeto da área de segurança pública, o Centro Integrado de Operações Policiais – CIOP chega ao terceiro mês de construção e a nova estrutura, que funcionará na esquina das ruas José Adelino com Davi Canabarro, no Bairro Costa e Silva, em Porto Velho começa a despontar. O novo prédio faz parte da estrutura da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania – Sesdec. As obras tiveram início em julho, com expectativa de conclusão em dezembro de 2023, salientou o engenheiro Danilo Ramos, que acompanha os trabalhos e as medições mensais. Este mês os trabalhadores concluem a concretagem da laje.

O secretário da Sesdec, Felipe Vital, explicou que o CIOP tem por missão, coordenar as ações policiais de forma ininterrupta, por meio do recebimento de chamadas via 190 e 193 ou outra forma de acionamento. “O serviço conta, também, com ferramentas e sistemas de monitoramento que objetivam coibir ações criminosas, como acidentes de trânsito, ocorrências de furtos, roubos e infrações mais graves”, detalhou.

“As equipes de plantão interagem diuturnamente via rádio com as viaturas e equipes policiais de serviço, orientando o patrulhamento ostensivo ou encaminhando-as para atendimento de ocorrências”, completou o secretário.

Atendendo ao critério de gerar informação centralizada, a nova estrutura envolverá ação da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, servidores da Sesdec e será cedido espaço à prefeitura de Porto Velho, para equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu. Além de interessados que envolvam acompanhamento operacional, como sistema de videomonitoramento e rádio comunicação digital.

De acordo com o gerente de convênios da Sesdec, Jackson Robledo, a nova estrutura do CIOP, também objetiva proporcionar um novo ambiente de trabalho aos servidores. “Atualmente os serviços são realizados em um prédio inadequado. A futura sede contará com instalação de gabinete de gerenciamento de crises e permitirá envolvimento e articulação de diversas autoridades, e com acesso às informações e dados, que permitirão a tomada de decisões num ambiente seguro e com toda a infraestrutura necessária”, concluiu.

NOVA ESTRUTURA

A atual estrutura do CIOP possui oito monitores e a nova sede contará com 44 telas, sendo quatro na área de gerenciamento de crise e 40 na vídeo wall, ou seja, terá 10 vezes mais capacidade de monitoramento. O novo prédio terá 1.321,84m², e contará com um estacionamento amplo. O valor da obra é de R$ 6.865.634,22 (seis milhões, oitocentos e sessenta e cinco mil, seiscentos e trinta e quatro reais e vinte e dois centavos) e o recurso é do Fundo Nacional de Segurança Pública.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem