Das 5,5 toneladas da bagagem da Seleção Brasileira para o Catar, 30 kg são de farinha de mandioca

 

Avião fretado vai transportar a comitiva de atletas, dirigentes e outros profissionais

Porto Velho, RO - Uma viagem de 40 dias com uma comitiva integrando 74 pessoas requer uma logística criteriosa. Portanto, o que se deve incluir na lista de itens essenciais que a Seleção Brasileira precisa levar na bagagem para o Catar?

São 300 volumes entre rouparia, medicamentos, insumos, equipamentos eletrônicos, de fisioterapia, de treino

Segundo o G1, o avião fretado que vai transportar a comitiva de atletas, dirigentes e outros profissionais também deve carregar consigo 5,5 toneladas de bagagem.

Por conta de restrições e procedimentos alfandegários, que são mais rígidos pela cultura do Catar, a organização dos profissionais da CBF inclui catalogação de todos produtos e itens que vão nesta bagagem. São 300 volumes entre rouparia, medicamentos, insumos, equipamentos eletrônicos, de fisioterapia, de treino.

Muitas vezes item fundamental para qualquer viagem, a comida não vai ser produto de muito peso na bagagem da Seleção Brasileira, uma vez que os hotéis vão fornecer arroz, feijão, salada e outros mantimentos. Cada cozinha nestes locais já recebeu cardápios estipulados pela seleção brasileira. Mas nem tudo, pois um item em especial não vai ser possível encontrar no país sede da Copa do Mundo.

— A gente vai levar farinha de mandioca e o Jaime (Maciel, chefe da Seleção) está estudando levar alguns temperos também, mas é basicamente mandioca. São 30 quilos de farinha de mandioca — contabiliza o pernambucano Hamilton Correia, analista de logística da Seleção.

Apesar dos itens e produtos para serem levados na viagem, os organizadores contam que a bagagem foi ainda maior há quatro anos na Copa da Rússia. A diferença? O frio na sede do último Mundial. No Catar, as temperaturas variam de 15°C à noite a 30°C durante o dia.

Veja alguns itens que a Seleção leva para o Catar:

  • aparelhos de ultrassom
  • câmara hiperbárica
  • aparelhos de laser para fisioterapia
  • seis macas
  • botas de gelo
  • massageadores
  • rolinhos de fisioterapia
  • duas mil travas de chuteira
  • alargador de chuteira
  • 700 camisas amarelas
  • 230 camisas azuis
  • 30 bolas de jogo (parte delas entregues pela Fifa, com tecnologia de chip)
  • 30 kg de farinha de mandioca
  • máquina de café
  • impressoras
  • máquina de grafar nomes na camisa
  • 92 itens de medicamentos, entre antibióticos, analgésicos e muitos outros
  • 134 insumos, tais quais seringas, bandagens, esparadrapos
  • fitas adesivas para marcação de campo
  • pratos de marcação de campo
  • estacas para marcação de campo

Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem