Biden diz a líderes do Congresso que Ucrânia e Covid são prioridades

Republicanos obtiveram uma estreita maioria na Câmara nas eleições de

Porto Velho, RO
- O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta terça-feira (29) que garantir financiamento para a Ucrânia e a Covid-19 são suas prioridades antes que os republicanos assumam o controle da Câmara dos Deputados no início do ano que vem.

Biden conversou com líderes democratas e republicanos da Câmara dos Deputados e do Senado sobre o que pode ser feito nas semanas restantes, quando os democratas ainda controlam as duas Casas.

Os republicanos obtiveram uma estreita maioria na Câmara nas eleições de meio de mandato de 8 de novembro e assumirão em janeiro, complicando a agenda de Biden para os próximos dois anos. Os democratas, correligionários de Biden, mantiveram o controle do Senado.

Biden disse conforme os líderes iniciaram sua participação que queria discutir "o que faremos entre agora e o Natal em termos de legislação".

Ele disse que financiar mais assistência militar para a Ucrânia, um objetivo que os republicanos da Câmara falaram em interromper quando assumirem o poder em janeiro, é uma prioridade, assim como financiar medidas para combater a pandemia de coronavírus.

O líder republicano da Câmara, Kevin McCarthy, que participou das negociações, deu a Biden uma amostra do que esperar se ele assumir como presidente da Câmara, como esperado.

Ele disse a repórteres depois de levantar questões sobre o financiamento da Ucrânia, que ultrapassou 18 bilhões de dólares, e que estaria disposto a trabalhar com os democratas se eles estivessem "dispostos a controlar nossos gastos".

"Não sou a favor de um cheque em branco para nada", disse ele.

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, que está em suas últimas semanas no cargo, disse a repórteres após a reunião que os democratas podem ter que aprovar um plano de gastos do governo até 30 de setembro que congela principalmente os gastos no nível atual.

Isso teria como objetivo não deixar que o orçamento ficasse sujeito a tentativas dos republicanos de cortá-lo.

Biden disse que financiar o governo depois de 16 de dezembro para evitar uma paralisação também está no topo de sua lista.

"E vamos encontrar outras áreas de terreno comum, espero", disse ele.

Além de McCarthy e Pelosi, Biden foi acompanhado pelo líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, e pelo líder republicano no Senado, Mitch McConnell.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem