Veja as propostas do Cel. Marcos Rocha para saúde, segurança, emprego e reforma agrária em RO

G1 RO enviou perguntas para os dois candidatos ao governo sobre os temas mais importantes para Rondônia. Candidato Marcos Rogério (PL) optou por não responder as questões.

Porto Velho, RO - Para ajudar o eleitor a escolher seu candidato no segundo turno, a equipe do g1 RO enviou perguntas para os dois candidatos ao governo sobre os temas mais importantes para Rondônia.

As perguntas aos postulantes fazem parte do Jogo Eleitoral. Coronel Marcos Rocha (União Brasil) respondeu todas as dez questões sobre propostas de governo. O candidato Marcos Rogério (PL) foi convidado para responder as mesmas perguntas, mas optou por não respondê-las.

O Jogo Eleitoral não se trata de uma pesquisa ou de uma enquete. A ferramenta é mais uma forma de mostrar ao eleitor qual candidato mais se aproxima das suas ideias sobre saúde, educação, meio ambiente, segurança, infraestrutura, economia, entre outros tópicos

Abaixo, veja as perguntas e respostas do Coronel Marcos Rocha

1. O que pode ser feito para resolver o problema da superlotação de pacientes nas unidades de saúde de Rondônia?

- Cel. Marcos Rocha: "Os problemas da saúde de Rondônia existem há décadas, mas até hoje nenhuma gestão se comprometeu a resolver, de forma duradoura. A nossa prioridade para garantir mais conforto e bem-estar às pessoas foi comprar um hospital de retaguarda do João Paulo II para garantir a fluidez das cirurgias eletivas de baixa e média complexidade.

Nós reservamos leitos particulares (clínicos e de UTI) e estamos reformando o Cosme e Damião e a Policlínica Oswaldo Cruz, além de várias outras unidades. As obras do novo Hospital de Urgência e Emergência já iniciaram e dentro de 24 meses teremos uma estrutura adequada para o cidadão que necessita de todo suporte médico. É vamos construir o Hospital de Ariquemes e o Hospital de Guajará-Mirim".

2. Como enfrentar o problema da violência envolvendo facções que disputam o tráfico no estado?

- Cel. Marcos Rocha: "Com tolerância zero ao tráfico. O meu desejo é que as pessoas possam sair da criminalidade, temos programas e muitos projetos pra isso. Mas para aqueles que ainda insistem no crime, terão de enfrentar uma polícia estritamente preparada em todas as áreas de atuação.

Infelizmente o presídio federal trouxe bandidos de alta periculosidade para o nosso Estado e com eles, todo um grupo de criminosos acabam se instalando em Rondônia para dar suporte aos chefões que estão cumprindo pena.

Para o azar deles, temos uma das polícias mais honestas do país e uma gestão comprometida em estruturar cada vez mais seus policiais. Adquirimos viaturas, armamentos, investimos em inteligência, tecnologia e suporte para que os policiais estejam em campo garantindo a segurança das pessoas, mas que tenham condições de voltarem pra casa a salvo".

3. O que fazer para incentivar o turismo em Rondônia?

"Turismo é muito mais que lazer. É geração de oportunidades e renda para as famílias e para o Estado. Estamos trabalhando na elaboração do Plano Estadual de Turismo, de modo que possamos garantir ambientes atrativos para os visitantes e ao mesmo tempo rentável do ponto de vista econômico.

Rondônia tem potencial nessa área, estamos criando mecanismos para construir uma rota turística que gere emprego e mais renda às famílias, garantindo que estabelece a Lei Estadual 5.093, a qual estabelece políticas públicas para projetos e programas de familiarização turística que contribuem para o desenvolvimento desse setor. O turismo em Rondônia ganhou corpo com o apoio do Governo do Estado na minha gestão e vai ganhar muito mais daqui pra frente".

4. Qual sua principal proposta para conciliar o desenvolvimento do estado com a preservação ambiental?

- Cel. Marcos Rocha: "Demos um passo importante neste primeiro mandato com a simplificação e informatização do licenciamento ambiental por meio da Plataforma “Solar”. Esta ferramenta digital já conta com mais de 440 usuários cadastrados e mais de 320 projetos com licenciamento em andamento. Com este sistema, é possível reduzir o tempo de análise dos processos de outorga e licença ambiental do cidadão.

O objetivo no segundo mandato é aprimorar o sistema, fazendo que seja mais aderido, o que contribuirá para melhorar nossas políticas públicas em prol do desenvolvimento sustentável. Tocante as inúmeras operações de combate a queimadas e ações contra o desmatamento ilegal que realizamos e continuaremos preservando em nosso meio ambiente, e demais propostas presentes no Plano de Governo".

5. Como solucionar o problema do transporte escolar fluvial para atender estudantes ribeirinhos?

- Cel. Marcos Rocha: "A educação avançou muito na minha gestão, investimos diretamente na modernização das escolas, em tecnologia para alunos e professores, vamos ampliar as vagas de mestrado e doutorado para os profissionais da área, fato que gera, consequentemente maiores salários. Pagamos verbas atrasadas e vamos estruturar ainda mais a nossa educação.

O processo do transporte está em fase de tratativas para contratação do transporte fluvial, uma vez que a primeira empresa que venceu a licitação havia desistido, e agora estamos verificando a segunda empresa selecionada para melhor servir este público. Em breve, colocaremos em prática esse compromisso com a Educação".

6. Qual sua proposta para geração de emprego no estado?

- Cel. Marcos Rocha: "Somos o segundo estado da Região Norte com a menor taxa de desemprego. Isso se deve também ao fato de termos em andamento o maior programa de saneamento básico que está acontecendo em Ji-Paraná e também ao maior programa de asfaltamento da história de Rondônia. São ações que demandam muita mão de obra. O Estado também atua como ponte entre o empregador e o profissional. Temos um banco de currículo que facilita a busca por novos postos de trabalho".

7. O que pretende fazer para ajudar micro e pequenos empreendedores a se desenvolverem no estado?

- Cel. Marcos Rocha: "Nós já estamos fazendo. Criamos o Proampe, programa de crédito que já funciona em mais de 20 municípios e injetou na economia mais de R$ 46 milhões.

Esse microcrédito atende micro e pequenos empreendedores e tem como objetivo investir em negócios de pequeno porte. Já está em funcionamento, também, a primeira rede de incubadoras para startups de Rondônia, a HUB.RO, cujo objetivo colaborar com o fortalecimento do empreendedorismo no Estado".

8. Qual a melhor forma de incentivar e aumentar a produção da agricultura familiar no estado?

- Cel. Marcos Rocha: "Vamos ampliar o acesso à assessoria técnica, fomentar programas de melhoramento das propriedades, garantir mais estruturação da logística de distribuição de calcário, além investir pesado em tecnologia para melhoramento genético das nossas produções. Vamos aumentar o valor do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e criar hortas comunitárias para criar empregos e ao mesmo tempo garantir hortaliças de qualidade".

9. O incentivo à cultura em Rondônia pode ser ampliado de que forma?

- Cel. Marcos Rocha: "Vamos fortalecer os convênios com os municípios para que a cultura de cada região seja preservada. Vamos fortalecer ainda mais os grandes eventos regionais para que possamos fazer da nossa cultura mais uma ferramenta de atração turística, promovendo nossa terra, nossa gente e principalmente nossos costumes".

10. Como combater crimes decorrentes de invasão de terras no estado?

- Cel. Marcos Rocha: "Através de uma parceria com o Presidente Bolsonaro, reforçamos as tropas da Força Nacional em Rondônia. Em paralelo, reforçamos também a força tarefa de regularização fundiária, de modo que o produtor tenha documentação de sua área em mãos".

Fonte: G1/RO

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem