Público aprova projeto que mistura boa música e culinária regional

Evento acontece toda quarta-feira no Mercado Cultural

Porto Velho, RO -
A mistura de boa música com tacacá e outros pratos típicos da região deu origem ao projeto Tacacá Musical, que acontece toda quarta-feira, a partir das 17h. O evento tem atraído grande público ao Mercado Cultural, no centro histórico de Porto Velho.

Além de valorizar os artistas regionais que se apresentam ao vivo, o projeto também fomenta a economia por meio dos pequenos comerciantes, que vendem o tradicional tacacá e outras iguarias como o vatapá, caruru, galinha picante, bobó de camarão, pato no tucupi, arroz paraense e farofa de camarão.

Idealizado pela Prefeitura de Porto Velho, por meio da Fundação Cultural (Funcultural), o Tacacá Musical teve início em 2017, com objetivo de fomentar a cultura e a gastronomia local, além de proporcionar mais uma opção de lazer para a comunidade.

Naquele mesmo ano, uma lei instituiu a data 18 de setembro como o Dia Municipal do Tacacá, reconhecendo a iguaria como patrimônio cultural de Porto Velho.

PÚBLICO APROVA

A cada dia o projeto ganha força e vem caindo no gosto das pessoas. É o caso do analista de sistemas Roberto Alves Cordeiro. Filho de Porto Velho, Roberto trabalha e mora em Vilhena, no extremo Sul de Rondônia, mas sempre que tem uma folga vem com a família curtir o Tacacá Musical.

“Estou a passeio matando a saudade dessa culinária maravilhosa. O ambiente é muito agradável, a comida é bem gostosa e o atendimento é bom também. Eu recomendo”, comentou.

População aprova o Tacacá Musical

A professora Patrícia Morais é outra frequentadora assídua do Tacacá Cultural, onde está sempre acompanhada de alguma amiga. “Eu gosto bastante daqui, sempre venho com as amigas. Gosto muito do tacacá, as outras comidas também, são muito gostosas e a recepção é ótima”, destacou.

Além da comida regional e da boa música, Patrícia disse que gosta do ambiente tranquilo e familiar. “E essa mistura de tacacá com música é a combinação perfeita”, completou.

RENDA FAMILIAR

Para a comerciante Maria das Graças, que vende tacacá e outros pratos regionais no local, é uma excelente oportunidade para ganhar um dinheiro a mais e completar a renda familiar.

“É daqui que estou tirando minha renda. Peço que as pessoas venham participar e provar as nossas iguarias. Nossas barracas oferecem bastante variedades”, acrescentou.

Há um ano fazendo parte do projeto, também vendendo tacacá e outros pratos da culinária regional, Antônia Adélia do Nascimento afirma que não tem do que reclamar porque dá para tirar uma boa renda.

“Eu fico feliz com esse espaço que eles conseguem pra gente. Aqui é muito bom, só tem gente boa”, afirmou.

VOZ E VIOLÃO

Antônia Adélia do Nascimento faz parte do projeto há um ano

A atração musical da última noite ficou por conta do cantor Felipe Pereira, que encantou o público fazendo voz e violão. Ele apresentou vários números da boa música regional e também da MPB.

Para completar, um telão foi instalado para que os frequentadores também pudessem acompanhar o futebol.

PRATO PRINCIPAL

De origem indígena, o tacacá é um prato típico da Amazônia, mas apreciado por pessoas de várias cidades brasileiras, especialmente na Região Norte.

Seus principais ingredientes são: o suco da mandioca (tucupi), goma ou tapioca, camarão seco e folhas de jambu, um tipo de erva da Amazônia que causa leve formigamento na boca.


Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem