Fluminense defende invencibilidade de 45 anos contra Vila Nova por vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Tricolor nunca foi derrotado pelos goianos na história, venceu a ida da terceira fase do atual torneio por 3 a 2 e pode até empatar que vai às oitavas de final. Sem Ganso, Nathan e Arias assume responsabilidade no tricolor

Porto Velho, RO - A notícia de que Paulo Henrique Ganso não viajou para Goiânia, onde o Fluminense enfrenta o Vila Nova, às 21h30 (de Brasília), no Serra Dourada, deixou o torcedor tricolor preocupado. No entanto, há boas notícias podem ajudar o técnico Fernando Diniz a buscar a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. 

Se perdeu o seu camisa 10 e principal articulador, terá outros dois nomes a disposição. Além de defender uma longa e importante invencibilidade.

O Fluminense joga por um empate com o Vila Nova para garantir vaga nas oitavas de final. Após vencer a ida por 3 a 2, no Maracanã, basta uma igualdade para avançar. Caso seja derrotado por um gol de diferença, a disputa irá para os pênaltis. 

Mas, se depender do histórico do confronto, o tricolor tem motivos de sobra para acreditar em um triunfo.

Na história, o Fluminense jamais foi derrotado pelo adversário. São 45 anos de invencibilidade no total, sendo sete jogos, com quatro vitórias e três empates. Pela Copa do Brasil, essa é a segunda vez que ambos se cruzam. 

Em 2006, o tricolor eliminou o Vila após empatar por 2 a 2 em Goiânia e aplicar uma goleada por 4 a 0 no Maracanã. Em 2022, a ida foi com vitória tricolor pelo placar de 3 a 2 no Maracanã. Confira o histórico do confronto:

Vila Nova 2 x 3 Fluminense — 1977 — Amistoso

Vila Nova 1 x 1 Fluminense — 1978 — Amistoso

Vila Nova 2 x 2 Fluminense — 1979 — Brasileiro

Fluminense 4 x 0 Vila Nova — 1980 — Brasileiro

Vila Nova 2 x 2 Fluminense — 2006 — Copa do Brasil

Fluminense 4 x 0 Vila Nova — 2006 — Copa do Brasil

Fluminense 3 x 2 Vila Nova — 2022 — Copa do Brasil



Jhon Arias durante treino do Fluminense — Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

A última partida entre Fluminense e Vila Nova no Serra Dourada, em 2006, marcou o 1º gol do lateral-esquerdo Marcelo, atualmente no Real Madrid, como profissional. Estiveram em campo pelo Flu também o zagueiro Thiago Silva, o volante Marcão e os meias Petkovic e Pedrinho. O tricolor empatou por 2 a 2 com o time da casa.

Para a partida desta quarta-feira, Ganso não foi relacionado porque o exame de imagem realizado pelo atleta detectou uma lesão no músculo posterior da coxa direita. O substituto deve ser Nathan, que chegou a preocupar após pedir substituição diante do Palmeiras, no último domingo, mas foi apenas por cansaço, segundo o técnico Fernando Diniz.

A outra novidade é Jhon Arias, que viajou com a delegação verde, branca e grená e sua escalação depende única e exclusivamente da opção do treinador. O meia-atacante colombiano voltou a trabalhar com bola no campo na sexta-feira após se recuperar de contusão no tornozelo direito e foi relacionado para a partida.

Ganso não é a única baixa da equipe de Diniz para o duelo. Felipe Melo também não viajou pra Goiânia, pois está em fase final de recuperação de uma lesão no joelho. O jogador só vai voltar a ser relacionado quando estiver 100% fisicamente.

FICHA TÉCNICA — VILA NOVA X FLUMINENSE

Data/Hora: 11/05, às 21h30

Local: Estádio Serra Dourada (GO)

Árbitro: Anderson Daronco (RS - FIFA)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS - FIFA) e Michael Stanislau (RS)

Onde assistir: Rede Globo, SporTV, e Premiere

VILA NOVA (Técnico: Higo Magalhães)

Georgemy; Alex Silva (Moacir), Rafael Donato, Renato e Bruno Collaço (Willian Formiga); Ralf,
Arthur Rezende e Matheuzinho; Victor Andrade, Rubens (Diego Tavares) e Pablo Dyego.

Pendurados: Ninguém.

Desfalques: Daniel Amorim (atuou por outro clube).

Dúvida: Alex Silva (fisiologia).

Suspensos: Ninguém.

FLUMINENSE (Técnico: Fernando Diniz)

Fábio; Samuel Xavier, Nino, David Braz, Cris Silva (Pineida); André, Yago Felipe, Nathan; Luiz Henrique, Jhon Arias (Willian) e Germán Cano.

Pendurados: Ninguém.

Desfalques: Felipe Melo Manoel e John Kennedy (em transição), Luan Freitas (cirurgia no joelho direito) e Ganso (lesão muscular na coxa direita).

Suspensos: Ninguém.


Fonte: O GLOBO

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem