Em menos de uma semana, Flamengo dispensa dois da lateral esquerda, setor em crise com Paulo Sousa

Lado é o que mais sofre com dificuldade de encontrar alguém que faça exerça as funções

Porto Velho, RO - No Flamengo, a saída de Renê, que deve ser anunciado esta semana pelo Internacional, não pega ninguém de surpresa. Seu contrato termina em dezembro, e o técnico Paulo Sousa já havia deixado claro que não contava com ele. 

Em 2022, só entrou em campo três vezes. Em muitos momentos, o time rubro-negro atuou sem um lateral-esquerdo de ofício mesmo tendo ele à disposição. O que chama a atenção é que o jogador é o segundo da posição a deixar o clube em menos de uma semana.

Na última sexta, o Red Bull Bragantino anunciou a contratação por empréstimo de Ramon. Ironicamente, a esquerda é o lado mais crítico da equipe desde que Paulo Sousa assumiu. Em 18 partidas, o português ainda não viu um jogador se firmar ali.

Atualmente, ele só conta com Filipe Luís à disposição. Aos 36 anos, o lateral dá claros sinais de que não consegue manter o alto nível de quando chegou ao Flamengo. Ele tem sido escalado na linha de três zagueiros, de forma a não precisar subir com tanta frequência. Só que este posicionamento exige que outros jogadores exerçam a função de ala. Testes que até agora só geraram dor de cabeça.

Um dos mais demandados é Bruno Henrique. Mas o atacante não consegue se adaptar. A falta de costume faz ele afunilar em diversos momentos. Além disso, o time perde seu bom entrosamento com Gabigol.

Principal contratação do clube na temporada até agora, Marinho também não correspondeu na posição, e tem tido poucas oportunidades. Quem melhor se saiu ali até agora foi Lázaro.

Atrás, outro problema. Primeiro porque, mesmo menos exigido na frente, Filipe Luís tem cometido falhas com frequência. E, quando ele não é relacionado, Paulo Sousa improvisa. No sábado, contra o Atlético-GO, foi Leo Pereira quem fechou a esquerda. Resultado é que o lado virou um corredor para os goianos. Foi por ali que saiu a jogada do gol.

Em meio a isso, o Flamengo aguarda Ayrton Lucas ser liberado pelo departamento médico. A previsão é de que isso ocorra até o fim do mês. Ele foi contratado por empréstimo junto ao Spartak Moscou com uma lesão no tornozelo esquerdo. Sua chegada é uma aposta para o setor ofensivo. Quando deixou o Brasil, em 2018, era conhecido por ir muito bem na frente, mas ser limitado na marcação.

O lateral-esquerdo foi contratado quando já se havia definido que Ramon não estava nos planos. Embora tenha feito boa temporada em 2021, a cria do Ninho perdeu espaço depois que se envolveu num acidente de trânsito que terminou na morte de um ciclista, em dezembro. Ele foi denunciado pelo Ministério Público por homicídio culposo.


Fonte: O GLOBO

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem