Live educativa em alusão ao Dia de Conscientização e Prevenção às Drogas na escola acontece nesta sexta-feira, 18

É orientado que haja reuniões de sensibilização com os pais ou professores a fim de conscientizar

Porto Velho, RO - Para reforçar a prevenção contra as drogas e proteger jovens e adolescentes, o Governo de Rondônia vai realizar nesta sexta-feira (18), às 10 horas, pelo Canal da Mediação Tecnológica da Secretaria de Educação (Seduc), uma live educativa para alcançar estudantes das redes estadual, municipal e particular de ensino, com a proposta de unir o corpo docente com os pais dos alunos na discussão de enfrentamento às drogas.

Neste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou no Dia Nacional de Combate às Drogas e ao Alcoolismo, dia 20 de fevereiro, que as principais razões que atraem os jovens às drogas são a curiosidade, o desejo de correr riscos e a vontade de se sentirem adultos e populares.

Toda droga lícita ou ilícita, é proibida a menores de 18 anos, conforme a Lei n.º 8.069 (13 de julho de 1990) do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que proíbe a venda, fornecimento ou entrega à criança ou ao adolescente de produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica.

Visando a prevenção, o Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (Conepod), juntamente com a Superintendência de Polícia Técnico-Científica (Politec) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), organizam a live: Dia de Conscientização e Prevenção de Combate às Drogas na Escola.

O Conepod fez toda articulação para a realização do evento on-line; a Seduc fornecerá todas as ferramentas tecnológicas e a Politec disponibilizou o perito criminal, Danilo Reis para palestrar.

CONEPOD


O Conepod é um órgão de caráter permanente, instituído pela Lei n° 435, de 29 de setembro de 1992, com autonomia administrativa, financeira e independência funcional. 

Órgão colegiado, deliberativo e normativo da Política Estadual de Prevenção, fiscalização e Repressão às Drogas, em consonância e integração com os objetivos da Política Nacional sobre Drogas.

O presidente do Conepod, David Inácio dos Santos Filho disse: “Estamos unidos em prol da sociedade. Essa é uma luta de todos nós. 

Muitas famílias sofrem com este mal que são as drogas. Não podemos ficar inertes. Precisamos articular meios de ensinar nossos jovens e crianças a dizerem não para quem os oferece drogas”.

COMBATE ÀS DROGAS NAS ESCOLAS


Palestras e diversas atividades devem ser desenvolvidas para que a escola combata as drogas

Além do Conepod, a Politec estará presente na live. O órgão da administração direta, tem como missão a produção da prova pericial, atuando nas mais diversas investigações criminais realizadas no âmbito estadual.

“O Instituto Laboratorial Criminal da Polícia Técnico-Científica é o responsável pelo atendimento pericial relacionado às drogas, além de contribuir, com análises periciais em matrizes biológicas, alcoolemia, crimes contra o consumidor, entre outros. Estamos felizes em contribuir na apresentação desta live,” pontuou o diretor-geral da Politec, Domingos Sávio Oliveira da Silva.

Durante a transmissão ao vivo será anunciada a ativação dos comitês nas escolas, que reforça a Lei n° 2148, de 3 setembro de 2009, que instituiu a conscientização de combate às drogas na escola, no âmbito do Estado de Rondônia, comemorado anualmente no dia 18 de março.

As escolas deverão desenvolver, ao longo do ano letivo, ações voltadas para o processo de conscientização quanto às consequências do uso de drogas e os danos causados aos usuários. 

Tendo como público alvo os alunos, seus familiares, técnicos e equipe gestora, as ações devem ser realizadas por meio de diversas palestras que trabalhem a prevenção e o combate de entorpecentes.

Concursos de frases, redação, artigos, vídeos, fotografias, confecção de cartilhas e outros também são algumas das propostas para as escolas.

É orientado ainda, que haja reuniões de sensibilização com os pais ou professores e premiação, de forma a valorizar o conhecimento científico de acordo com a faixa etária, além da criação de um comitê permanente de observação e orientação aos projetos de prevenção às drogas, composto por um professor, um orientador ou um técnico em educação e no mínimo três alunos.

O secretário da Educação, Suamy Vivecananda, relata que os comitês têm um papel fundamental no combate às drogas dentro das escolas. “Precisamos agir e levar toda fonte de conscientização para os pais, alunos e gestores para proteger nossos estudantes contra as drogas”, concluiu.


Fonte: Prefeitura do Estado de Rondônia

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem