Avó morre depois de salvar neto de enchente em Rondônia

 Zoraide Annet foi vítima das chuvas de Ouro Preto do Oeste; ela socorreu o menino segundos antes de ser carregada pela água


Porto Velho, RO - O sonho de abrir um restaurante de comida típica ficou no plano das ideias na última segunda-feira, 14, quando Zoraide Annet, de 43 anos, foi vítima da enchente que atingiu cerca de oitenta residências em Ouro Preto do Oeste, no estado de Rondônia. A chef de cozinha cuidava do neto de oito anos enquanto o filho estava fora trabalhando. 

Os dois conseguiram escapar da casa alagada no bairro Alvorada, mas Zoraide voltou para tentar salvar seus cachorros e foi levada pela água no momento em que um bueiro explodiu. Vizinha desde a infância e melhor amiga da chef há mais de dez anos, Cristiane Amorim, de 42, conta que as duas tinham planos de abrir o empreendimento culinário na cidade.

- Somos naturais de Guarajá-Mirim, mas a Zoraide tinha se mudado para Ouro Preto há mais de dez anos e sempre tentava me convencer a vir também. Era para eu estar na cidade do dia do acidente, só Deus explica - disse em entrevista ao GLOBO.

Dias antes de morrer, a chef e revendedora de roupas enviou um áudio para Cristiane. Nele, ela dizia 'Tenho que dar bom exemplo para o meu neto, quero que ele siga o caminho do bem, vou fazer de tudo para isso'. A amiga diz que pensou nessas palavras quando soube da notícia.

- Ela deixou o neto na BR-364 e voltou sozinha para tentar salvar os cachorros. Ela fazia tudo pelo menino - relatou Cristiane, que descreve a amiga como trabalhadora e cheia de vida.

Trajetória difícil

Apesar de sempre terem se conhecido, a amizade entre Cristiane e Zoraide se fortaleceu em 2011, quando as duas enfrentaram problemas com drogas e se encontraram em um centro de reabilitação. Cristiane ressalta que sentia muito orgulho da amiga por nunca ter tido recaída e seguido pelo caminho do trabalho.

- A vida dela foi difícil, mas acordava todo dia às 5h da manhã para trabalhar. Ela começou no restaurante como ajudante, virou chef, alugou a casa com dinheiro dali. Era muito guerreira - relembra.

Mãe de um rapaz de 26 anos, Zoraide perdeu uma gravidez de gêmeos aos oito meses, após levar um choque no banho.

- Foram muitas situações difíceis, mas ela tinha leveza. O menino não poderia ter tido avó melhor - finaliza.

Repercussão

A tragédia atraiu os olhares das autoridades. O Sindicato dos Policiais Civis de Rondônia se solidarizou com a família Teixeira e publicou nota dizendo que a 'partida precoce deixará uma imensa lacuna na família, bem como em sua comunidade'.

Já o prefeito da cidade, Alex Testoni (DEM-RO), lamentou as chuvas na cidade.

- Foi a primeira vez na história de Ouro Preto que acontece uma tragédia tão repentina, os moradores não tiveram tempo nem de tirar os móveis de suas casas.


Fonte: O GLOBO

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem