Facebook vai restringir mídia russa controlada pelo Kremlin na UE


Facebook, Instagram e WhatsApp anunciaram restrições contra Rússia na União Europeia

Porto Velho, RO - A empresa de tecnologia Meta confirmou nesta segunda-feira, 28, que vai restringir o acesso à rede RT e à agência Sputnik, mídia afiliada ao governo russo, em suas redes sociais, que incluem Facebook, Instagram e WhatsApp, a pedido da União Europeia.

O chefe de assuntos globais da Meta (anteriormente conhecida como Facebook), Nick Clegg, disse em comunicado que a empresa recebeu vários pedidos de governos europeus em relação à mídia controlada pelo Kremlin. "Dada a natureza excepcional desta situação, estamos restringindo o acesso ao RT e ao Sputnik neste momento", disse ele.

Por sua vez, o Twitter, outra rede social dos EUA, anunciou também nesta segunda que adicionará um aviso às postagens que compartilham links e notícias de meios de comunicação afiliados ao governo russo. A empresa também tentará diminuir a circulação desses posts. "Nosso produto deve facilitar a compreensão de quem está por trás do conteúdo que você vê e quais são suas motivações e intenções", disse o chefe de integridade da plataforma, Yoel Roth.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem