Ariquemes recebe mais de R$ 22 milhões para implantar projeto Cidades Inteligentes

O Edital para seleção de bolsistas para atendimento ao projeto está com inscrições válidas até o próximo dia 20

Porto Velho, RO - Ariquemes deve ingressar no projeto Cidades Inteligentes ainda na segunda quinzena de fevereiro. A proposta do projeto é que sejam desenvolvidas e implantadas soluções para cidades inteligentes nas áreas da educação, saúde, empreendedorismo e inovação, segurança e governança.

De início, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) abriu seleção de bolsistas para atendimento ao projeto. São 132 vagas para profissionais e estudantes.

• 44 vagas para profissionais graduados (29 para moradores de Ariquemes)
• 44 vagas para estudantes de Nível Superior (21 para estudantes de Ariquemes)
• 44 vagas para estudantes de Nível Médio (29 para estudantes de Ariquemes)

Além disso, uma emenda do senador Confúcio Moura (MDB) de R$ 22,34 milhões aprovada pelo Orçamento Geral da União, por meio do Ministério da Ciência e Tecnologia, deve ser destinada ao IFRO para a realização do projeto Cidades Inteligentes.

Edital para seleção de bolsistas está com inscrições abertas até o próximo domingo (20). Profissionais formados e estudantes de graduação de nível médio de diversas áreas têm direito às vagas, obtendo bolsas de até R$ 1.100.

O convênio foi assinado em dezembro de 2021, pelo Reitor do IFRO Uberlando Tiburtino Leite e a prefeita de Ariquemes, Carla Redano.
Cidades Inteligentes

O projeto Cidades Inteligentes possui cinco eixos que constituem o desenvolvimento de soluções previstas no projeto: Educação, Saúde, Empreendedorismo e Inovação, Segurança e Governança.

Serão informatizadas pelo menos dez escolas e dez unidades de saúde e criado um Centro de Empreendedorismo e Inovação. Paralelamente, os recursos liberados atenderão a instalação de uma Central de videomonitoramento para a segurança do cidadão, com 100 câmeras de alta precisão de imagem em pontos estratégicos da cidade.

No âmbito municipal ainda será contemplada a instalação de um sistema informatizado de documentação para a gestão da Prefeitura e o funcionamento de dez ilhas digitais contendo computadores e internet livre para a comunidade.

Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem