Brasil registra primeira morte pela variante Ômicron

A vítima era um homem de 68 anos, hipertenso e portador de “doença pulmonar obstrutiva crônica”.

Porto Velho, RO - A prefeitura de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital de Goiás, informou nesta quinta-feira, 6, ter registrado a primeira morte pela variante Ômicron no Brasil.

O óbito, porém, ainda não foi reportado pelo Ministério da Saúde. Identificada pela primeira vez na África da Sul, a nova cepa do coronavírus tem sido responsável pelo aumento de casos de covid-19 em todo o mundo e tem ligado o alerta quanto ao possível avanço da pandemia no País.

Conforme a prefeitura, a vítima da variante foi um homem de 68 anos, portador de doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial. Ele estava internado em uma unidade hospitalar da cidade. "O paciente era contactante de um caso que a pasta já havia confirmado como infecção pela variante. O homem estava vacinado com três doses", informou a pasta.

A confirmação do primeiro óbito, acrescentou a prefeitura de Aparecida de Goiânia, se deu pelo Programa Municipal de Sequenciamento Gnômico, que tem feito a análise de amostras positivas de RT-PCR coletadas no município para mapear a informação genética e identificar as variantes do SARS-CoV-2 (novo coronavírus) em circulação.

Até o momento, 2,3 mil sequenciamentos já foram realizados na cidade, que já confirmou 55 casos de Ômicron. A prevalência da variante alcançou a casa dos 93,5%.


Fonte: Portal Terra

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem