Bolsonaro comemora após Mendonça assumir ação sobre ensino de gênero


No início do mês, Bolsonaro afirmou que os ministros indicados por ele ao Supremo representam 20% das teses do governo dentro da Corte

Porto Velho, RO - O presidente Jair Bolsonaro (PL) compartilhou uma notícia nas suas redes sociais, na manhã desta sexta-feira (24/12), sobre o ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter sido escolhido como relator da ação que discute o ensino de questões de gênero nas escolas

Na publicação, o chefe do Executivo voltou a lembrar que quem se eleger presidente da República no próximo ano poderá indicar dois ministros para a Suprema Corte e comemorou: “Feliz Natal, ho, ho, ho”.

A ação foi protocola no STF pelo PSol, em 2018, e pede a derrubada de duas leis municipais, em Petrolina (PE) e Garanhuns (PE), que proíbem a abordagem do tema na grade curricular e em materiais didáticos nas escolas das cidades.

“20% do governo no STF”

No início deste mês, Bolsonaro afirmou que os ministros por ele indicados ao Supremo representam 20% das teses do governo dentro da Corte.

No atual mandato, o presidente fez duas indicações ao STF. A primeira, em 2020, com a indicação de Nunes Marques, e a mais recente, em julho deste ano, de André Mendonça.

“Graças a Deus nós conseguimos enviar não para o Supremo, mas em um primeiro momento para o Senado Federal – e foram aprovados – dois nomes, duas pessoas que marcam também a renovação do Supremo. Renova-se o Executivo, o Legislativo, e o Supremo também é renovável. Ninguém é eterno. Alguns acham que são eternos. Ninguém é eterno e vai aí uma renovação”, declarou o presidente.
conteúdo patrocinado

“Hoje em dia, eu não mando nos dois votos no Supremo, mas são dois ministros que representam, em tese, 20% daquilo que nós gostaríamos que fosse decidido e votado dentro do Supremo Tribunal Federal”, prosseguiu.

Fonte: Metropoles

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem