6/recent/ticker-posts

Rondônia é 1º lugar da região Norte e o 3º do País no Ranking da Qualidade de Informação Contábil e Fiscal

 


Ranking estadual compara desempenho dos estados em boas práticas, controle e transparência de informações contábeis e fiscais

Porto Velho - RO, A Secretaria do Tesouro Nacional (STN) divulgou na manhã desta quarta-feira (24), o Ranking Nacional da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal que mede a solidez e qualidade das informações contábeis com destaque para o Estado de Rondônia que aparece como o único com nota “A” na região Norte do Brasil. No ranking Rondônia ficou na 3ª colocação, atrás apenas de Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

Novamente em destaque nacional, o Estado conseguiu obter 91,38 pontos, letra “A”, fazendo valer as ações desenvolvidas pelo Governo de Rondônia na questão da transparência, destacada pelo governador Marcos Rocha.

O Ranking Estadual compara o desempenho dos estados e do Distrito Federal em boas práticas, controle e transparência das informações contábeis e fiscais enviadas ao Tesouro Nacional.

Em comparação à última edição, o ranking 2020 apontou melhoria na divulgação das informações, tendo os municípios aumentado em 10,4% os acertos, enquanto os estados melhoram em 8% o número de informações consideradas corretas.

QUALIDADE DE INFORMAÇÃO

De acordo com os dados, Pernambuco alcançou o 1º lugar do Ranking de Qualidade pelo segundo ano consecutivo, com 92.6 pontos, seguido pelo Mato Grosso do Sul, com 91,47 pontos, e por Rondônia, com 91,38 pontos.

Conforme a Secretaria do Tesouro Nacional, os três estados foram os únicos a receber o conceito Aicf no indicador de Qualidade da Informação Contábil e Fiscal no Siconfi (ICF), novidade introduzida na Edição 2021 do ranking. O ICF atribui notas para o desempenho dos entes com base no percentual de acertos, com cinco níveis que vão de Aicf até Eicf, sendo o maior conceito (Aicf) atribuído a entes que tiveram mais do que 95% das informações avaliadas como corretas e o menor (Eicf) àqueles com conformidade abaixo de 65% nos dados avaliados.

Segundo o gestor da Superintendência de Contabilidade-Geral do Estado, Jurandir Claudio Dadda, “essa nota representa o esforço dos contadores do Governo de Rondônia, da Superintendência de Contabilidade-Geral do Estado e demais Secretarias que ofereceram informações contábeis fiscais corretas com seriedade à Secretaria do Tesouro Nacional”, contou.

É possível conferir o desempenho e a classificação de cada município do país acessando o painel com o Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal no Siconfi, disponível em: https://ranking-municipios.tesouro.gov.br/estados

Postar um comentário

0 Comentários