6/recent/ticker-posts

Mulheres do bairro Ulisses Guimarães participam de palestra sobre câncer de mama e do colo uterino


Participantes foram mães de alunos e moradores da comunidade

Com foco na prevenção, conscientização e saúde da mulher, uma palestra alusiva ao “Outubro Rosa” foi realizada, na última quinta-feira (28), na Escola Municipal São Francisco de Assis, no bairro Ulisses Guimarães, zona Leste de Porto Velho. O público-alvo foram as mães de alunos da unidade ensino e mulheres da comunidade.

As mulheres participaram de uma dinâmica sobre a campanha. Atuando como enfermeira na Secretaria Municipal de Administração (Semad), Leida de Souza Cardoso é idealizadora do projeto e foi convidada pela diretoria da escola a fazer o trabalho com as moradoras do bairro.

“Meu objetivo é conscientizá-las sobre a importância da campanha Outubro Rosa, mas enfatizei que não devemos cuidar da saúde somente nessa época, mas o ano inteiro, fazendo os exames necessários para evitar o câncer de mama e do colo do útero”, explicou.

Leida explica que o trabalho começou pela própria Semad, se expandiu para a Escola Capitão Cláudio Manoel da Costa, na zona Sul, e depois para a Escola São Francisco de Assis. A ideia de realizar essas ações, segundo a enfermeira, surgiu após ela constatar que muitas mulheres não fazem os exames preventivos devido à negligência ou falta de condições financeiras.



Mãe de aluno e moradora compreendeu a importância da prevenção

A diretora da escola, Lindamar Barbosa Lacerda, afirma que o local está de portas abertas para receber qualquer tipo de projeto que venha contribuir, tanto para o conhecimento quanto para a aproximação e a participação dos pais na escola. “Esse é um projeto muito importante, pois tem o objetivo de conscientizar as pessoas com relação ao autocuidado e diagnóstico precoce da doença”, destacou a diretora.

Mãe de aluno, a auxiliar de serviços gerais, Jaciara Souza Bezerra, considera esse tipo de projeto muito importante, por conscientizar e alertar quanto aos cuidados que se deve ter para evitar a doença ou um eventual tratamento precoce.

“O que mais me chamou a atenção foi quando ela falou sobre o início da doença, como se prevenir, o que fazer para evitar, as orientações para consultar o médico e os cuidados com a higiene íntima. São ações do dia a dia que podem fazer a diferença na nossa saúde e nas nossas vidas”, afirmou.




Postar um comentário

0 Comentários