6/recent/ticker-posts

Corpo de brasileira morta na fronteira dos EUA volta ao Brasil após 35 dias e apelo da família

 


O corpo de Lenilda dos Santos, de 49 anos, deve retornar ao Brasil nesta quarta-feira (20) para ser sepultado. A enfermeira brasileira morreu de fome e sede em setembro deste ano após ser deixada para trás no meio do deserto na fronteira entre Estados Unidos e México, durante uma tentativa de travessia ilegal. As informações são do jornal Extra.


Na última quinta-feira (14), o órgão equivalente ao Instituto Médico Legal (IML) no estado americano de Ohio assinou o atestado de óbito da brasileira como “causa pendente”.


O corpo será levado de Washington DC até Guarulhos, em São Paulo, pela companhia aérea American Airlines. O custo de US$ 11 mil do traslado será custeado com o valor arrecadado por meio de uma campanha online. Após chegar ao Brasil, o corpo será transportado até Rondônia pela LATAM, por meio do programa Avião Solidário.


A previsão é de que o corpo chegue em Porto Velho na sexta-feira e o velório seja realizado no sábado (23), em Vale do Paraíso (RO). 


Já o sepultamento será no município de Ouro Preto (RO).Relembre o caso


Lenilda estava passando mal e foi deixada para trás, sem comida e sem água, quando tentava emigrar para os EUA. De acordo com reportagem do jornal O Globo, relatos indicam que a mulher tentou entrar nos EUA com três amigos, que a deixaram no local. Além disso, ela também estaria com uma pessoa que foi contratada para orientá-los no caminho.


O corpo da técnica em enfermagem Lenilda foi achado em uma área bastante quente e afastada pela patrulha norte-americana após dias de buscas.

Postar um comentário

0 Comentários