6/recent/ticker-posts

Acusado de matar Beto Andreoli vai a júri daqui há um mês


No próximo dia 19 de novembro sentará no banco dos réus na 1ª. Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho, João da Silva Filho, acusado do bárbaro assassinato do jovem jornalista Alberto de Carvalho “Beto Andreoli”, após uma discussão besta por causa de um capacete de motocicleta pertencente ao réu.

O crime aconteceu dia 12 de abril do ano passado, na esquina das ruas Venezuela e Abunã, próximo à antiga sede do IPAM, no bairro Embratel. Beto foi morto com requintes de crueldade sendo atingido com diversas facadas no tórax, mesmo estando desarmado, caído ao solo, e mortalmente ferido.

Segundo a denúncia do MP, a vítima foi segura pelos cabelos enquanto era esfaqueado por dois minutos. Para o MP, o crime foi cometido com meio cruel, e o acusado aumentou inutilmente o sofrimento da vítima, “revelando uma brutalidade fora do comum e em contraste com o mais elementar sentimento de piedade.”

O acusado, que já cumpriu pena por outro homicídio, será julgado por infração ao art.121, §2º, II (motivo fútil), III (meio cruel) e IV (recurso que dificultou a defesa do ofendido) do Código Pena. Ele teve a denúncia aceita pela Vara do Júri dia 7 de dezembro do ano passado.

Postar um comentário

0 Comentários