Porto Velho, RO - Retomada do desenvolvimento econômico na fase posterior à pandemia de Covid-19. Este foi o tema principal das discussões durante a cerimônia em que a Prefeitura de Porto Velho aderiu ao Programa Cidade Empreendedora, iniciativa do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Rondônia (Sebrae), nesta terça-feira (30), no Prédio do Relógio.


O evento foi dividido em duas partes. Um, presencial, para a assinatura do termo compromisso entre o Sebrae Rondônia e a Prefeitura de Porto Velho. O segundo foi virtual, em que foi feita a apresentação do Programa e a agenda de trabalho que envolverá as secretarias municipais.



C



haves defende a reativação e o fortalecimento da economia como funções institucionais



O município de Porto Velho tem enfrentado desafios decorrentes da pandemia, pois precisa manter a economia funcionando. A Prefeitura da capital é a primeira a assinar o documento. “Talvez estejamos no pior momento da nossa economia em razão das exigências sanitárias, que são imensas. Mas, o importante é que estamos unidos e remando no mesmo sentido”, disse Hildon Chaves ao citar a reativação e o fortalecimento da economia como funções institucionais do poder público municipal.



Segundo o prefeito, a pandemia da Covid-19 está destruindo as empresas. Ele admite que podem vir tempos ainda mais difíceis mesmo havendo a vacinação em massa das pessoas.



“A recuperação econômica não será tão rápida, infelizmente. Por isso, destaco a importância de ações como esta, através do Cidade Empreendedora. Tudo que for possível fazer pelos nossos empresários e visando a preservação de empregos, nós faremos de forma obstinada, dia e noite, se for necessário”, afirmou o prefeito.







Thomé destacou que o projeto prevê competências em diversos setores



PREPARAÇÃO



O município está se preparando para a retomada comercial no pós-pandemia e a liderança local está sob a responsabilidade da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH). “Iniciamos uma escuta dos setores e segmentos econômicos, atendendo a um pedido do prefeito Hildon Chaves. Também buscamos superar as questões legislativas e processuais para melhorar o ambiente de negócios. O outro foco é a desburocratização de processos que o empresário precisa resolver junto à Prefeitura”, disse Marcelo Thomé, presidente da ADPVH.



Thomé destacou ainda que o programa Cidade Empreendedora vem em um momento importante para desenvolvimento local, pois prevê competências aos gestores públicos, formação de lideranças e modernização de processos. “São iniciativas que vão facilitar a vida do empresário, melhorando o desempenho dos serviços públicos a fim de que a cidade seja acolhedora aos investimentos e possamos, assim que possível, retomar a economia com plena geração de empregos e negócios virando a chave da crise”, acrescentou Marcelo Thomé.



ORGANIZAÇÃO DE INICIATIVAS







Daniel Pereira, do Sebrae/RO, apresenta um conjunto de ações executadas



O Sebrae/RO fez, ainda em 2020, a apresentação do Programa Cidade Empreendedora ao prefeito Hildon Chaves e outras lideranças da gestão. O Programa é composto por 10 pilares. Cada um apresenta um conjunto de ações como modelo e já são realizadas pelo Brasil.



“É possível fazer a adequação destes pilares à realidade local de acordo, por exemplo, com o Plano de Governo do prefeito. Procuramos atuar na melhoria da gestão e organização da sociedade civil na cidade, com um amplo conjunto de ações para desencadear mais negócios”, disse o diretor-superintendente do Sebrae/RO, Daniel Pereira.



Pereira destacou ainda as iniciativas importantes que serão visualizadas pelos munícipes como, por exemplo, o desenvolvimento e aplicação do Plano Municipal de Turismo, ações para recompor o legado das usinas, ações estratégicas na Educação e a otimização da atuação de micro e pequenos empreendedores com o apoio e suporte de outros entes federativos. As propostas dos pilares terão atenção especial para todas as secretarias municipais.



“Ficamos muito felizes, pois a Prefeitura de Porto Velho é a primeira capital a fazer esta adesão e, com certeza, será a primeira do Brasil a receber os benefícios desta construção coletiva que é o Programa Cidade Empreendedora”, disse em tom de comemoração o diretor-superintendente do Sebrae/RO.



Até o momento, 46 municípios rondonienses demonstraram interesse em aderir ao programa. Outros devem ser anunciados brevemente, de acordo com as informações do Sebrae/RO.







Representantes da Prefeitura de Porto Velho e do Sebrae/RO apresentam o Termo de Adesão ao Programa Cidade Empreendedora



VACINAS



O prefeito Hildon Chaves lembrou que já completou um ano do início da pandemia da Covid-19, e, otimista, afirmou que o Brasil e o mundo vão superar este desafio. Segundo ele, há vários caminhos e um deles é a busca por vacinas.



Hildon Chaves destacou que foi aberto orçamento de R$20 milhões, em conta específica para aquisição de vacinas. “Estamos superando, na data de hoje, a última etapa das questões burocráticas para importação de 400 mil doses de imunizantes contra a Covid-19. Sempre tive a convicção e certeza de que o único meio para se derrotar essa pandemia é com a vacinação”, completou.



REGISTROS



Participaram do evento, Fabrício Jurado, secretário-geral de Governo (SGG), Samuel Almeida, diretor técnico e Viviane Kichileski Padilha, gerente regional, ambos do Sebrae/RO.