As primeiras doses da vacina contra o coronavírus chegarão ao Estado no início da manhã desta terça-feira (19). A informações foi divulgada pelo Governo de Rondônia.
 
Serão 33.040 doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês, Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan (SP). 

As doses do imunizante chegarão no Aeroporto Internacional Jorge Teixeira, na capital, e seguirão para a Rede de Frio. De lá, serão distribuídas para as regionais Ariquemes, Ji-Paraná, Rolim de Moura, Cacoal e Vilhena, todas essas cidades também têm Rede de Frio. 
 
A partir dessas centrais, as doses serão distribuídas para o restante dos municípios de Rondônia.
 
A previsão de chegada era para esta segunda-feira (18), como foi anunciado pelo Ministro de Saúde, Eduardo Pazuello, porém o Governo de Rondônia anunciou para esta terça, sem explicar os reais motivos do atraso.
 
Os profissionais de saúde serão os primeiros a serem vacinados, seguidos de pessoas de 80 anos ou mais. Depois desse grupo, a vacinação será feita em pessoas de 60 anos ou mais, seguido por pessoas de 75 a 79 anos e população indígena acima de 18 anos.
 
Conforme o Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação Contra à Covid-19, a vacina será aplicada em duas doses, com intervalo de 14 dias. 
 
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), aprovou as vacinas CoronaVac e de Oxford, desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, porém a previsão de chegada é somente para a desenvolvida pelo Instituto Butantan. 
 
O Estado anunciou mais de 1,2 milhão de seringas já disponíveis para o começo da vacinação.