URGENTE

Leilão do Conselho Estadual de Políticas sobre drogas atinge 100% de eficácia



Dinheiro arrecadado será utilizado na recuperação de viciados, combate ao tráfico e prevenção ao uso de drogas

O leilão realizado pelo Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (Conen-RO) no início desta semana alcançou a venda da totalidade dos lotes, que abrangiam automóveis utilitários e de passeio, motocicletas, joias, aparelhos eletrônicos e diversos outros bens cujo perdimento havia sido decretado pela Justiça, por serem oriundos do tráfico de entorpecentes.

O dinheiro arrecadado será revertido para o Fundo Nacional Antidrogas e investido em ações de repressão ao tráfico, recuperação de pessoas viciadas em drogas e, também, em programas de prevenção ao uso de drogas, especialmente por crianças e adolescentes, problema que aflige grande número de famílias em todo o país.

Avaliando os resultados desse quarto leilão promovido pelo Conen-RO, o presidente do órgão Neirival Pedraça, afirmou que a eficiência e eficácia evidenciadas no trabalho da equipe responsável pelo evento demonstram que o Conen-RO está alinhado com as diretrizes emanadas da nova política sobre drogas estabelecida pelo Governo Federal.

Pedraça ressaltou, ainda, a importância da inovação normativa trazida pelo presidente Jair Bolsonaro, que agora autoriza que os bens apreendidos com traficantes sejam levados a hasta pública antes de trânsito em julgado e, portanto, antes de se deteriorarem. Isso significa mais recursos para o combate às drogas, pois os bens sem deterioração podem ser arrematados por um valor maior.

O responsável pela coordenação dos trabalhos do leilão, Arnaldo Lima, ressaltou dois pontos fundamentais para o sucesso do evento: “Unimos a inovação tecnológica, com lances on line sendo realizados em tempo real, simultaneamente ao leilão presencial, e o apoio da imprensa, que foi de fundamental importância, especialmente para que ocorressem os lances pela internet”.

“Pela quarta vez, o leilão do Conen foi realizado pela leiloeira Evanilde Pimentel, num trabalho que foi elogiado por todos os participantes do leilão, pela transparência e higidez”, observou Arnaldo, acrescentando que esse reconhecimento à qualidade do trabalho da leiloeira se traduziu, sobretudo, no resultado atingido, com os 51 lotes sendo todos arrematados.





Nenhum comentário