URGENTE

TERMINAL HIDROVIÁRIO DO CAI N'ÁGUA É INAUGURADO EM PORTO VELHO



PortoSolenidadeZA data de 30 de julho de 2012 entra para a história de Porto Velho como o dia em que a cidade resgatou sua própria história, com a inauguração do Terminal Hidroviário de Passageiros do Cai N’água. Construído à margem direita do rio Madeira, o novo cartão postal da cidade foi entregue à população pelo prefeito Roberto Sobrinho nesta data. A primeira embarcação a utilizar o porto foi o barco “Estrela do Mar”, do comandante Rodrigues PortoNovaAlves, que zarpou do local por volta das 19h, levando os moradores das comunidades ribeirinhas do rio Madeira. O barco saiu após ser batizado e benzido pelos padres Enzo e Eduardo, ao final da solenidade de inauguração do porto.

PortoSolenidadeIDo evento, entre outras autoridades, participaram o prefeito Roberto Sobrinho; a primeira-dama Lucilene Peixoto; o secretário Israel Xavier; da secretaria municipal de Projetos e Obras Especiais (Sempre), a secretária Rosa Maria; da secretaria municipal de Transportes e Trânsito (Semtran); o PortoSolenidadeXgovernador Confúcio Moura; e o diretor de Infraestrutura Aquaviária, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Adão Proença.

Também estiveram presentes o comandante da Capitania dos Portos de Porto Velho, delegado fluvial Amilton Rodrigues; o diretor-presidente da Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia (SOR), Ricardo Vieira; o deputado federal Padre Tom (PT); a deputada estadual Epifânia Barbosa (PT); os PortoSolenidadeGvereadores Cláudio Carvalho (PT) e Ramiro Negreiros (PMDB); e representando os moradores da comunidade do Cai N’água, o senhor Manoel Calama, construtor PortoSolenidadeHda primeira escada de acesso ao rio Madeira.

Obra marcante

Para o prefeito Roberto Sobrinho, o Terminal Hidroviário de Passageiros do Cai N’água é uma das obras mais marcantes de sua administração, por fazer o resgate de uma região que é o marco inicial da cidade de Porto Velho. Ao lado do complexo turístico da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, do Mercado Cultural e do Parque das Águas, projeto que está em fase de licitação, o porto vem PortoSolenidadeFnão apenas para dar melhores condições de trabalho aos carregadores e estivadores do antigo porto, mas principalmente, devolver aos portovelhenses a autoestima e o orgulho fazendo com que a cidade volte seu olhar para o rio Madeira. “Sempre afirmei que com o passar PortoSolenidadeNdos anos Porto Velho virou as costas para o Madeira. E com as obras que estamos construindo nessa região queremos voltar a cidade novamente para o rio, que é seu marco inicial. Esse porto existe desde 1872, e depois de 130 anos estamos acabando com aquela situação de risco que os trabalhadores daqui viviam. Com esse porto estamos criando uma condição muito superior a que existia até então para que as pessoas possam navegar pelo rio Madeira, possam transportar sua carga com mais segurança, com mais comodidade. E fico feliz em ser o prefeito que está entregando esta obra à população”, disse.

Na avaliação do governador Confúcio Moura, o novo porto é uma obra que a cidade já necessitava e enriquece muito a região do Cai N’água. “Esta obra construída pela PortoSolenidadeDprefeitura é uma obra digna da cidade, importante e só aqueles que subiram e desceram esse barranco com mercadoria na cabeça ou que caíram no barranco sabe da importância desse porto. É uma belíssima obra, de engenharia refinada, flutuante. Quero PortoSolenidadeRparabenizar o prefeito pela iniciativa”, afirmou o governador.

A chefe de gabinete Miriam Saldaña, que também responde pela secretaria municipal de Obras, ressaltou a importância da participação das secretarias na conclusão da obra do Terminal Hidroviário. “Várias secretarias tiveram participação importante na execução e agora na finalização deste projeto. Além da secretaria municipal de Projetos e Obras Especiais que foi responsável pela construção, teve também a organização e limpeza feitas pela secretaria de Serviços Básicos, a iluminação colocada pela Emdur, o asfaltamento de todo o entorno feito pela Semob, além da Semtran que vai administrar o local temporariamente. Esse foi mais um compromisso cumprido pelo prefeito Roberto Sobrinho, que conta com uma equipe de assessores integrada em torno do resultado. Essa é uma das características do administrador PortoSolenidadeSRoberto Sobrinho, conseguir que a sua assessoria trabalhe com o mesmo objetivo,” enfatizou.

Novo ponto turístico

O secretário Israel Xavier, da Sempre, secretária responsável pela construção do porto, afirmou que o terminal trará grandes benefícios à população que utiliza as embarcações que atracam e zarpam do Cai N’água por ter uma estrutura que comporta tantos os veículos que embarcam e desembarcam mercadorias e também os passageiros que contam com um local apropriado para aguardar as embarcações. “Além disso, em breve este local se transformará em um ponto turístico PortoSolenidadeTcom a população vindo aqui para passear e contemplar o rio Madeira”, previu.

O vereador Cláudio Carvalho lembrou que na campanha à Prefeitura de Porto Velho de 2004, o então candidato Roberto Sobrinho, que buscava seu primeiro mandato, em uma reunião realizada em uma área proxima do novo porto, apresentou seu programa de governo que continha projetos audaciosos. “Naquela ocasião o senhor já dizia que Porto Velho tinha dado as costas para o que de mais belo tinha, que é o rio Madeira. E eu entendo que hoje estamos olhando o rio Madeira de frente. Este sonho, prefeito, o senhor transformou em realidade. Tem muita obra em Porto Velho que o valor é bem superior a esta, mas para a história de Rondônia e de Porto Velho esta obra tem uma importância singular, enfatizou.

PortoSolenidadeUGabriel Bruxel, diretor de Administração dos Terminais de Porto Velho parabenizou a prefeitura de Porto Velho e lembrou das décadas de sofrimento dos ribeirinhos. “Só aqueles que utilizaram o antigo porto sabem a grande importância desta obra. Ribeirinhos, trabalhadores, visitantes, pessoas que embarcam e que chegam a esta cidade passam agora a ser tratados com mais dignidade, terão maior segurança e conforto ao chegar com suas mercadorias e demais bagagens”, disse PortoSolenidadeAele.

Autorização de tráfego

O comandante da Capitania dos Portos, delegado fluvial Amilton Rodrigues, ao saudar a população e as autoridades presentes, classificou também o dia 30 de julho de 2012, como sendo um dia histórico para a cidade com a inauguração do Terminal do Hidroviário do Cai N’água. Com a experiência de quem trabalha há cinco anos na Marinha do Brasil, o delegado da Capitania dos Portos afirmou que o novo Porto do Cai N’água trará uma segurança maior a operação das embarcações com o transporte de passageiros e cargas. “O porto possui instalações adequadas para esse serviço, já inspecionadas pela Diretoria de Portos da PortoSolenidadeVMarinha”, adiantou.

Amilton Rodrigues lembrou ainda que o porto possui espaço físico para a instalação da Polícia Militar e da Delegacia Fluvial de Porto Velho, local onde os despachantes e os agentes de fiscalização de embarcações terão melhores condições para realizarem seus trabalhos e maior comodidade para os passageiros na hora de adquirirem a passagem e se dirigirem à embarcação. Após seu pronunciamento, o delegado da Capitania dos Portos entregou ao prefeito Roberto Sobrinho a Portaria de Entrada em Tráfego, para a liberação operacional do terminal, juntamente com a cópia da inscrição provisória do terminal.

Por Joel Elias

Nenhum comentário