URGENTE

Executivo Municipal abre nesta terça-feira programação do centenário da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré


Inicia nesta terça-feira, 31, a programação comemorativa ao centenário da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré organizada pela prefeitura de Porto Velho. A programação inicia às 17h e terá desdobramento até novembro com a realização de duas ou três ações por mês, como lançamento de livros, espetáculos culturais, concursos literários e oficinas voltadas à educação patrimonial.

O presidente da Fundação Cultural Iaripuna, Altair dos Santos Lopes, o “Tatá’, adiantou que a prefeitura de Porto Velho pretende com esse projeto “Centenário da Madeira-Mamoré: Arte e Cultura nos Trilhos da História” ressaltar o lado da informação sobre educação patrimonial. “A comunidade de Porto Velho tem conhecimento de que o complexo da ferrovia Madeira-Mamoré está sendo revitalizado, mas ela não detém consigo maiores detalhes. Então, achamos interessante colocar na programação do centenário informações sobre a revitalização e como está se dando esse projeto”, afirmou o presidente da Fundação Iaripuna.

Altair dos Santos Lopes lembrou que o projeto está sendo executado de forma sequenciada. Na primeira etapa, foram revitalizados dois galpões e urbanizado a área do complexo matriz da ferrovia. Na segunda etapa, será feita a reforma do galpão-rotunda, onde funcionava a oficina da estrada de ferro, para onde será Programacao100EFMMDtransferido o museu da ferrovia. O projeto será concluído com a recuperação da linha férrea do complexo turístico até a antiga de vila de Santo Antônio, que será utilizada para a realização de passeios turísticos.

“Essa etapa do projeto passa por uma discussão de aspectos legais, como a remoção da população que reside no entorno da estrada de ferro, que precisa obedecer ao critério de Programacao100EFMMdistanciamento da linha. E tanto o Instituto do Patrimônio Histórico Nacional como o Ministério Público recomendam que essa exigência seja cumprida. Então, no centenário da Madeira-Mamoré, mais do que um ato festivos, queremos levar à população informações sobre a obra de revitalização do complexo”, lembrou.

Na avaliação do presidente da Fundação Iaripuna, marcando a programação do centenário desta forma, a prefeitura dá um passo significativo para que a opinião pública como um todo conheça o trabalho que a prefeitura e o consórcio Santo Antônio Energia estão realizado para devolver à cidade o complexo da ferrovia todo revitalizado.


Por Joel Elias
Fotos: Frank Néry

Nenhum comentário