URGENTE

Acir Gurgacz destaca benefícios aos pacientes com inauguração do Hospital de Câncer na Capital


Fotot: Ney Cunha

O senador Acir Gurgacz (PDT), que está licenciado do mandato, comemorou a inauguração da unidade do Hospital do Câncer de Barretos em Porto Velho como um grande avanço para o tratamento da doença no Estado. Segundo Acir, com a instalação destes serviços na Capital, o Estado economizará com o transporte de pacientes para o interior de São Paulo, e os pacientes terão a mesma qualidade de atendimento que encontram em Barretos.

“Hoje, são mais de mil pessoas de Rondônia que todo mês se deslocam para tratamento no interior de São Paulo e a unidade deste conceituado hospital em Porto Velho vem amenizar o sofrimento dessas pessoas e de seus familiares, que terão o mesmo atendimento aqui na Capital”, salientou o senador.

A previsão é de que 1.800 atendimentos sejam realizados pela unidade de saúde a partir do segundo mês de funcionamento. Com um investimento de cerca de R$ 4 milhões, onde R$ 3 milhões são oriundos do governo e R$ 1 milhão da iniciativa privada, o centro conta com oito enfermarias, uma sala de infusão onde funcionará a quimioterapia, quatro consultórios, farmácia, centro cirúrgico, sala de endoscopia, sala de recuperação pós-operatório, e assistência social.

Acir tem prestado apoio ao Hospital do Câncer com a destinação de recursos através de emendas ao Orçamento da União e reivindicações feitas diretamente o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Além de auxiliar na manutenção do hospital em Barretos, Gurgacz também tem apoiado e destinado emendas para a instalação de unidades móvel e fixa de diagnóstico do câncer em Rondônia.

Uma unidade fixa de diagnóstico será instalada em Ji-Paraná e o Estado também deve receber uma unidade móvel, que percorrerá os municípios do interior fazendo diagnósticos. Essa unidade trata-se de um caminhão equipado para fazer os exames preventivos e de diagnóstico do câncer.

Os recursos para estas unidades já estão assegurados no Orçamento da União de 2012 por meio de emenda do senador e já foram empenhados pelo Ministério da Saúde, faltando apenas a liberação do recurso.


TECNOLOGIA

Henrique Prata, diretor da Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital do Câncer, disse ter vindo a Porto Velho para conferir o porquê de tantas pessoas de Rondônia buscar tratamento em Barretos e se surpreendeu com a situação. Atualmente 99% dos pacientes de câncer do Estado precisam do HCB, diante deste fato ele não poderia aceitar dinheiro, como ofereceram, para desenvolver o projeto em outro local enquanto vê tanta necessidade.

“Me sinto envaidecido de afirmar que vocês ganham hoje o que existe de melhor e mais moderno em tratamento de câncer no mundo”, afirmou Henrique Prata ao lembrar que tudo é de primeira linha, inclusive os medicamentos. “Satisfação que divido com todos os pacientes e colaboradores, pois aqui praticaremos a medicina mais honesta que é a medicina de tratamento de câncer e que precisa de humanização e dedicação exclusiva”.

Referencia em medicina robótica minimamente invasiva, tecnologia que cura 30% a mais de pacientes, principalmente crianças do que a média dos grandes centros, operações de alta complexidade como tireóide poderão ser realizadas pela manha e a tarde os pacientes já podem sair andando do hospital. “Eles receberão o mesmo tratamento disponibilizado nos Estados Unidos”, lembrou Henrique Prata, “uma medicina que nem em São Paulo existe”, afirmou.


BENEFÍCIOS

O governo assinou um convênio no valor de R$ 1,5 milhão, para a manutenção do hospital pelos próximos 12 meses. Atualmente a despesa em Tratamento Fora Domicilio (TFD), custa caro aos cofres públicos. Em casos em que a pericia médica atesta a necessidade de acompanhamento o Estado arca com o gasto que é o mesmo valor para o acompanhante. Em junho, segundo dados da Gerencia de TFD da Secretaria de Estado da Saúde, foram gastos R$ 457 mil. O investimento no centro representará a longo prazo uma economia de mais de 50% aos cofres públicos.

Fonte: Ascom do Senador Acir Gurgacz

Nenhum comentário