URGENTE

SENADO VOTA LEI DO DIPLOMA DE JORNALISMO EM ABRIL

Projeto prevê que profissionais da área só poderão trabalhar com diploma

O Senado deve votar no início de abril a proposta de emenda à Constituição que reinstitui a obrigatoriedade do diploma para jornalistas.

A informação é do relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça, Inácio Arruda (PCdoB-CE), que se reuniu nesta quarta-feira com o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP).

A reunião teve a presença do presidente da Fenaj (Federação Nacional de Jornalistas ), Celso Schröder, além de uma comissão de representantes da categoria.

O fim da exigência do diploma para o exercício da profissão foi decidido em 2009 pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Segundo Arruda, o presidente do Senado concordou em incluir a PEC na pauta do plenário tão logo sejam votadas as medidas provisórias que obstruem a possibilidade de apreciação de outras matérias.

Arruda disse, porém, que Sarney pediu ao presidente da Fenaj e aos demais jornalistas que conversem com os líderes partidários para que “não haja qualquer surpresa” na votação.

O senador cearense informou que já conversou com os líderes e presidentes dos partidos representados na Casa e que quase todos são favoráveis à volta da exigência de curso universitário para a prática do jornalismo.

Nenhum comentário