URGENTE

SECRETÁRIO FRANCISCO LEILSON (CHICÃO) REUNIU-SE COM MEMBROS DA ACADEMIA DE LETRAS DE RONDÔNIA


A Academia de Letras de Rondônia, ACLER, quer fazer parcerias com a Secretaria de Cultura e Esportes, SECEL, e com a Superintendência Estadual do Turismo, SETUR. Nesta segunda-feira, 10, membros da entidade que reúne os escritores estiveram com o secretário Francisco Leílson e com o superintendente Júlio Olivar, e os resultados foram considerados positivos pelos dois lados.

O superintendente Júlio Olivar lembrou que o diálogo com os segmentos sociais é uma meta da atual administração estadual, lembrando que a cultura e o turismo têm muita afinidade e os seus promotores podem trabalhar juntos.
O titular da SECEL foi claro, dizendo que há necessidade de se ter uma visão de Estado na questão cultural e estabelecer uma política de Governo para a áreao que, aliás, é uma das propostas apresentadas pela própria Academia de Letras. Francisco Leílson elogiou o interesse da ACLER em abrir esse diálogo.

"Daqui para a frente é aumentar esse entendimento", explicou o secretário-geral da ACLER, poeta Pedro Albino, lembrando que "A Academia não veio pedir nada, apenas colocar-se à disposição para somar esforços em benefício da cultura do Estado".
O encontro com o superintendente Júlio Olivar foi mais rápido, em razão de uma vaigem que ele já havia programado, mas já está acertado que a ACLER vai apresentar na próxima semana um documento relacionado a suas propostas ligadas à área do Turismo, incluindo um programa de turismo interno que permita o morador de Rondônia conhecer seu Estado.

Na Secel, com as presenças dos acadêmicos Abnael Machado, Cláudio Feitosa, Antonio Candido, Pedro Albino, Lúcio Albuquerque, Gerino Alves, Ciro Pinheiro e Átila Ybañez França - este representando também a Academia Vilhenense de Letras, o secretário Francisco Leílson disse já estar em suas mãos o documento que a ACLER entregou ao governador Confúcio Moura em recente encontro com produtores culturais.

Nenhum comentário