URGENTE

DEZEMBARGADORA ZELITE ANDRADE COMEMORA 27 ANOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE RONDÕNIA

DEZEMBARGADORA ZELITE ANDRADE
NOVO PRÉDIO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE RONDÔNIA
GOVERNADOR DE RONDÔNIA IVO CASSOL CONVERSA
COM A DEZEMBARGADORA ZELITE ANDRADE.

O Tribunal de Justiça de Rondônia comemora nesta segunda-feira (26) 27 anos de instalação no Estado. Nesta manhã, a data de 26 de janeiro de 1982 foi lembrada pela presidente do TJ, desembargadora Zelite Andrade Carneiro, na sessão do Pleno Administrativo.A presidente ressaltou os avanços do Tribunal ao longos desses 27 anos e considerou a instituição como moderna e célere. Ainda destacou o comprometimento de cada integrante do Judiciário de Rondônia e a qualidade dos trabalhos oferecidos para sociedade.
“É um orgulho ver a Justiça do estado como a mais ágil do país, sempre valorizando cada tostão que sai do bolso dos nossos cidadãos. O Poder Judiciário de Rondônia tem procurado estar à frente para superar obstáculos. É o Tribunal de Justiça mais dinâmico do país. A participação de todos servidores e magistrados, foi necessária para a vitória. Contamos com cada servidor, independentemente de função, pois somente com nossa união, alcançamos bons resultados”.“Dedicação”, é a palavra escolhida pela servidora Mirian Dantas para definir os 27 de trabalhos no Judiciário de Rondônia. “ Cada dia foi uma superação e hoje posso dizer que sou parte do Tribunal mais ágil do Brasil. Minha vida está aqui”, disse.Para a servidora Angelina Brito o sentimento é o mesmo. Ela retrata os 27 anos de trabalho no TJ com orgulho. “Faria tudo de novo como a mesma persistência e coragem. Realmente sinto-me lisonjeada com o desenvolvimento do Tribunal”.De acordo com a historiadora do Centro de Documentação História do TJ, Nilza Menezes, a instalação do Tribunal de Justiça de Rondônia ocorreu no dia 26 de janeiro de 1982. sob o comando da lei n. 41, de 22 de dezembro de 1981, quando houve a transformação do Território Federal de Rondônia em Estado de Rondônia.O primeiro presidente, desembargador Fouad Darwich Zacarias, presidiu a sessão e deixou consignado o ano de forma solene: "Vamos fazer uma Justiça Independente, severa e dinâmica que respeite os interesses estipulados pela lei acima de tudo. Nós temos a responsabilidade de dar a respeitabilidade necessária à Justiça para que possamos ter o crédito da população".A primeira corte do TJRO foi formada pelo desembargadores Darci Ferreira, José Clemenceau Pedrosa Maia e Francisco César Soares de Montenegro, Aldo Alberto Castanheira e Silva, Hélio Fonseca e Dimas Ribeiro da Fonseca. Hoje a corte do Tribunal de Justiça é formada por 17 desembargadores.

Nenhum comentário